3 motivos para te convencer a adotar uma alimentação orgânica

3 motivos para te convencer a adotar uma alimentação orgânica


alimentação orgânica

Abandonar o sedentarismo, aumentar a qualidade de vida, perder peso, diminuir as dores no corpo e os problemas de saúde. Isso tudo vem fazendo parte da sua lista de metas? Se a resposta for sim, uma boa solução é dar o primeiro passo em direção à alimentação orgânica.

Não conhece os motivos para inserir os produtos orgânicos na sua alimentação? No post de hoje você descobre tudo isso:

Em primeiro lugar, o que é um alimento orgânico?

É aquele cultivado da forma mais natural possível, ou seja, vem de um sistema agrícola que evita substâncias que colocam em risco a saúde de quem vai consumir o alimento. Fertilizantes artificiais, reguladores de crescimento, pesticidas, hormônios e drogas veterinárias são exemplos dessas substâncias — que são comuns nos produtos industrializados.

Quais os benefícios da alimentação orgânica?

Deixar de lado os produtos industrializados certamente é muito mais benéfico do que parece. Se você acha que é só uma questão de comer de forma mais saudável, surpreenda-se com as outras vantagens:

1. Você ganha mais saúde

Os alimentos não orgânicos — industrializados — são cultivados com adição de agrotóxicos, os quais prejudicam o organismo e podem desencadear reações respiratórias, alérgicas, problemas neurológicos, distúrbios hormonais e até câncer. Isso acontece porque os resíduos dos agrotóxicos utilizados no cultivo permanecem nos alimentos, fazendo com que substâncias tóxicas sejam consumidas também.

Ao consumir um alimento orgânico, você não corre esse risco, ou seja, evita problemas de saúde desencadeados pelo consumo de resíduos químicos tóxicos. Além disso, como o solo do cultivo desses alimentos é rico em adubos naturais, os alimentos têm maior valor nutritivo, ou seja, mais nutrientes e mais saúde.

2. Os alimentos são mais saborosos

Há uma tendência em considerar os alimentos orgânicos menos saborosos que os industrializados, contudo, a verdade é o contrário: o sabor e o aroma são muito mais intensos. O motivo? Não há a ação de agrotóxicos e outras substâncias, responsáveis por alterar o sabor e o aroma.

3. O dano ao meio ambiente é menor

Você já parou para pensar em como agrotóxicos e demais substâncias químicas afetam o meio ambiente? O agrotóxico utilizado nas plantações, por exemplo, atravessa o solo, chega aos lençóis d’água e acaba poluindo lagos e rios. Já o cultivo do alimento orgânico dispensa agrotóxicos, fertilizantes e demais produtos químicos, os quais afetam não só os alimentos, mas também o ar, a água e o solo.

Resumindo, adotar uma alimentação orgânica é sinônimo de redução de danos para você e para o meio ambiente!

Como montar um cardápio orgânico?

A ideia de que apenas frutas e vegetais podem ser encontrados na versão orgânica é muito comum, mas atualmente é possível montar um cardápio inteiro com esse perfil, indo das frutas aos doces.

A primeira coisa a saber é que existe um selo de orgânico oferecido pelas organizações que coordenam os produtores, ou seja, é possível conferir na embalagem como foi o cultivo do produto em questão. Um dos problemas mais citados por quem busca mudar a alimentação é o preço dos produtos orgânicos. A dica é priorizar os alimentos da estação, além de ser mais barato é uma forma de variar o consumo.

A compra a granel também é uma opção para quem quer economizar e comprar apenas o necessário, evitando o desperdício. Vale lembrar que é importante conferir o fornecedor — que deve estar informado no local de comercialização.

Pratos coloridos, nutritivos e com mais sabor que resultam em mais saúde para você e menos danos para o meio ambiente. Ao optar pela alimentação orgânica muita coisa muda, especialmente a sua relação com o ambiente e com a comida — que livre de tantos produtos químicos pode ser chamada de comida de verdade.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a alimentação orgânica? Assine a nossa newsletter e receba direto no seu e-mail as novas atualizações!

Autor: André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

Deixe um comentário