Afinal, para que serve a vitamina K?

Assim como todas as outras, a vitamina K é um nutriente fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo. Afinal, as vitaminas desempenham diversas funções nas reações físicas e químicas do metabolismo.
Em geral, essas substâncias não são produzidas naturalmente pelo organismo, o que torna essencial uma alimentação equilibrada, rica em todos os grupos alimentares e, quando preciso, a suplementação para podermos adquiri-las.
Neste post, abordaremos especificamente a vitamina K. Continue a leitura e confira o miniguia que preparamos com as suas principais informações: para que ela serve, como ela ajuda no bom funcionamento do organismo e como age em conjunto com outras vitaminas.

O que é a vitamina K?

A vitamina K é lipossolúvel, ou seja, necessita de gordura para a sua absorção completa pelo corpo. Ela foi descoberta no início do século XX e tem como principal função a de participar da coagulação do sangue.
Sendo assim, esse nutriente tem o importante papel de evitar hemorragias — inclusive, seu nome foi originado do termo “koagulation”. Além disso, ele aumenta a fixação de cálcio nos ossos, fortalecendo-os.
A vitamina K também potencializa os benefícios da vitamina D quando ingeridas em conjunto. Sua função nessa parceria é direcionar os minerais para o local certo, evitando pedras nos rins e calcificações nos ossos, como a artrose. Ao aliar as duas vitaminas, há uma maior absorção de cálcio e melhora na saúde cardiovascular.

Quais são os tipos dessa vitamina?

Existem três tipos dessa vitamina: K1, K2 e K3. A vitamina K1 pode ser encontrada em vegetais, principalmente nos verde-escuros. Ela é a principal responsável pela manutenção da coagulação do sangue da maneira correta.
Já a K2 é produzida por bactérias localizadas em nosso aparelho digestivo. Apesar de não ser facilmente digerida, tem funções primordiais. Por fim, a vitamina K3 é utilizada no preparo de suplementação e é produzida em laboratório.

Para que serve a vitamina K?

Apesar de ser subestimada e até pouco conhecida, a vitamina K apresenta diversas vantagens para o corpo humano. A seguir, listamos as principais:

  • promove o bom funcionamento da corrente sanguínea;
  • ajuda na prevenção de doenças ósseas;
  • alivia as cólicas menstruais;
  • evita hemorragias, principalmente em bebês prematuros;
  • ajuda a produzir insulina e mantém o organismo sensível a ela;
  • melhora a saúde sexual, regulando o nível de testosterona tanto em homens quanto em mulheres;
  • potencializa o desempenho em exercícios físicos;
  • atua na prevenção do câncer, reduzindo possíveis células cancerígenas.

Em quais alimentos pode ser encontrada?

A vitamina K pode ser encontrada em diversas fontes — como grupos de vegetais, proteínas e fermentados. Por isso, é possível suplementá-la no dia a dia, mantendo um cardápio variado para obtê-la de forma natural.
Veja, a seguir, alguns alimentos que são ricos em vitamina K e que podem fazer parte da sua dieta.

Couve

Além de ser rica em vitamina K, a couve também é uma excelente fonte de ferro, sendo muito fácil encontrá-la em feiras e supermercados. Diversas receitas podem ser preparadas com couve, afinal, é um vegetal que pode ser consumido cru ou refogado. Também pode ser batido com outros ingredientes para fazer vitaminas e sucos.

Espinafre

O espinafre carrega uma boa fama e, de fato, ele é um vegetal bastante nutritivo. Cada 100g contém cerca de 375mcg de vitamina K. Também pode ser encontrado em feiras e supermercados, mas pode ser consumido somente cozido. O espinafre fica delicioso em diversas receitas salgadas.

Couve-de-bruxelas

Com a aparência de um pequeno repolho, a couve-de-bruxelas é um vegetal muito nutritivo — 100g contém cerca de 140mcg de vitamina K. Ela pode ser preparada de diversas formas: refogada, assada e cozida. Não é tão fácil de ser encontrada em cidades menores, mas está presente em supermercados e feiras.

Brócolis

Há quem goste e quem tenha repulsa por ele, mas o fato é que o brócolis é um excelente alimento para fazer parte do seu cardápio. Além de ser riquíssimo em vitamina K, ele também não contém calorias. Deve passar por cozimento para ser ingerido e é facilmente encontrado em supermercados e feiras.

Couve-flor

Parente do brócolis, a couve-flor também é uma excelente fonte de vitamina K — 817mcg para cada 100g. É um alimento facilmente encontrado no comércio e fica delicioso tanto em saladas como em pratos quentes.

Alface americana

Esse tipo de alface contém folhas mais firmes, com uma certa crocância, e apresenta um sabor adocicado. Você encontra no supermercado e em feiras para preparar deliciosas saladas ou colocar no seu suco.

Cenoura

E mais uma vez a cenoura surge como um alimento indispensável para quem quer montar um cardápio saudável. É facilmente encontrada e fica perfeita tanto em receitas doces como salgadas, frias e quentes. Também é um ótimo ingrediente para compor diversos sucos.

Pepino

Esse alimento refrescante fica perfeito em saladas e também pode incrementar sucos. Além de baixa caloria, contém cerca de 76,6mcg de vitamina K para cada 100g do alimento. É facilmente encontrado em feiras e supermercados.

Fígado

Nem todo mundo gosta do sabor do fígado, mas ele é uma boa fonte de proteína animal e de nutrientes como a vitamina K. Encontrado em supermercados e açougues, você pode prepará-lo em receitas salgadas, preferencialmente com pouco óleo ou gordura.

Ovos

Mais uma fonte de proteína animal, os ovos também são aliados de quem faz dietas. Como são ricos em nutrientes diversos, são excelentes para garantir uma boa saúde. Além de usá-los em receitas, você pode consumi-los cozidos — que é uma opção mais saudável do que ovos fritos.

Peixes

Nem todos os peixes contêm esse nutriente. Algumas opções ricas em vitamina K são: cavala, salmão, tainha, truta, sardinha e bonito.

Queijos

Os queijos são uma boa fonte de proteínas, cálcio e também de vitamina K. Tanto os duros como os macios contêm esse nutriente; o que varia é apenas a sua concentração com relação à dose diária indicada. São excelentes para petiscar e preparar lanches e receitas. Podem ser encontrados em supermercados e casas especializadas.
Além dessas fontes, você também pode encontrar a vitamina K em alimentos como:

  • iogurtes;
  • acelga;
  • rúcula;
  • repolho verde;
  • salsa;
  • manjericão;
  • cebolinha;
  • aspargo;
  • óleo de oliva;
  • grãos de soja;
  • ameixa seca;
  • dente-de-leão;
  • mostarda verde.

Já a vitamina K que se encontra no sistema digestivo depende de uma boa saúde da flora intestinal para ser aproveitada. Para preservá-la e mantê-la ativa, é necessária a ingestão de água e fibras.
Por fim, ela pode ser encontrada também em suplementos vitamínicos. Nesse caso, é fundamental a avaliação de um médico ou nutricionista sobre a necessidade de repor a vitamina K no seu organismo.
Agora que você já sabe um pouco mais para que serve a vitamina K, que tal incluir esse nutriente no seu cardápio? É extremamente importante ingerir todas as vitaminas, pois elas melhoram o desempenho do nosso corpo. E lembre-se: realize exames regularmente, procure se alimentar bem e, caso precise, procure orientação profissional e faça uso de suplementação alimentar.
Gostou das informações? Então, assine a nossa newsletter para ter acesso a conteúdos interessantes como este em primeira mão!

André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

Deixe uma resposta