Afinal, quando estou com problemas do fígado?

O fígado desempenha diversas atividades no organismo, atua no metabolismo de lipídeos, proteínas e toxinas, além de regular o nível de glicose do sangue. Com todas essas funções, é importante cuidar de sua saúde a fim de evitar problemas do fígado como a cirrose, a hepatite e até o câncer.
Para isso, é necessário ficar atento a alguns sintomas que podem ser indícios de que algo está errado. Neste post vamos discutir alguns desses sinais e seus efeitos no organismo, no entanto, vale lembrar que assim que identificá-los você deve procurar um especialista para realizar o diagnóstico correto. Confira!

Se você fica cansado facilmente

Um dos primeiros sinais que você deve perceber se seu fígado não está saudável é a falta de disposição ou se você se cansa facilmente após exercícios de baixa intensidade.
Esse sintoma, apesar de comum a outras doenças, pode indicar uma lesão ou doença hepática, uma vez que o fígado é um órgão indispensável para a regulação do nível de glicose no sangue e do metabolismo de gorduras e outros nutrientes do corpo que estão associados à energia.

Se você apresentar a pele ou mucosas amareladas

Outro sintoma clássico de problemas do fígado é a icterícia, a coloração amarelo-esverdeada da pele e mucosas. No entanto, não é um sinal exclusivo de doenças hepáticas — é muito comum em recém-nascidos e em outras infecções como a malária e a leptospirose.
Esse sintoma é decorrente da deposição de bilirrubina, uma substância que é liberada pelo baço e metabolizada no fígado. Quando o órgão apresenta alguma lesão ou mau funcionamento devido a alguma doença — como cirrose e hepatite — o metabolismo da bilirrubina é interrompido e é por isso que ocorre o amarelamento da pele e das mucosas.

Se você notar manchas roxas no corpo

Entre as diversas funções que o órgão exerce está a secreção de proteínas que atuam na coagulação sanguínea. Quando há sinal de algum problema do fígado, é comum que o indivíduo apresente equimoses — as famosas manchas roxas na pele — devido a pequenos traumas que não se recuperaram adequadamente.
Essa deficiência na coagulação pode ser identificada também se você notar que fez algum corte que demorou mais tempo do que o normal para cicatrizar. Além do mais, indivíduos com cirrose e hipertensão portal também podem apresentar menor número de plaquetas no sangue.

Se você perceber algum sangramento digestivo

O sangramento digestivo pode ser indício de aumento da pressão da veia porta, o que ocasiona o surgimento de varizes em diversos órgãos do sistema digestivo como o fígado, esôfago e estômago.
Esses sangramentos são traduzidos na forma de vômitos hemorrágicos, onde o paciente pode perder um volume significativo de sangue e pode ser um forte indício de cirrose hepática em um nível avançado. Além disso, o aumento de pressão dessa veia favorece o surgimento de hemorroidas e de sangramento anal.

Se você sentir dores abdominais


As dores abdominais, especialmente no quadrante superior direito, podem indicar problemas do fígado, da vesícula e das vias biliares — por isso é necessário a consulta a um especialista para realizar o diagnóstico correto.
Elas ocorrem devido a um grande número de fatores, como o aumento do fígado devido a alguma doença do órgão — o que pode acarretar no aumento da pressão da veia porta que leva ao surgimento de outros problemas.
É importante que você preste atenção ao surgimento desses sintomas e verifique se eles são recorrentes ou estão associados a outros sinais que eventualmente possam aparecer, pois, dessa forma, o especialista é capaz de descartar outras doenças e chegar a um diagnóstico mais rapidamente.
Gostou do conteúdo do post? Pois saiba que os problemas do fígado não são os únicos que você deve ficar atento se quiser cuidar de sua saúde. Então assine nossa newsletter e receba mais textos como esse para levar uma vida mais saudável!

André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

Este post tem 6 comentários

  1. Leitor

    Foto mal escolhida. O figado fica do lado direito e no texto diz, dores do lado direito. Por que a mão está no lado esquerdo?

    1. Diego Fink Belingieri, o fígado não dói!
      Quando há dor é por conta de uma pressão difusa por conta do seu aumento de tamanho. Fatos técnicos. É uma dúvida recorrente!

Deixe uma resposta