5 dicas para uma alimentação pós treino saudável e eficaz

5 dicas para uma alimentação pós treino saudável e eficaz


alimentação pós treino

Normalmente, logo após a prática de exercícios físicos é comum sentir-se com fome. Isso acontece porque o corpo precisa repor os nutrientes que foram gastos durante as atividades. No entanto, tudo o que for consumido após o treino será absorvido rapidamente pelo organismo.

Assim, alimentar-se corretamente e na proporção ideal após o treino é essencial para intensificar os efeitos que os exercícios proporcionam.

Por isso, no artigo de hoje você vai conhecer algumas dicas de como uma boa alimentação pós treino pode te ajudar a obter os resultados de forma saudável e eficaz. Acompanhe!

1. Carboidratos

Consumir carboidratos após o treino ajuda a repor a energia gasta, serve de estímulo anabólico, auxilia no transporte de proteínas para os músculos e tem a função de reconstituir as reservas de glicogênio do organismo.

Por isso, devem ser incluídos em uma alimentação pós treino e não devem ser eliminados das dietas para emagrecer.

Dentre algumas sugestões de carboidratos, podemos citar alimentos como: quinoa, arroz integral, aveia, granola, batata-doce, farinhas integrais e banana.

2. Proteínas

As proteínas ajudam a recompor as estruturas dos tecidos musculares que foram gastas durante as atividades físicas.

Determinadas proteínas são mais indicadas para uma alimentação pós treino, pois são absorvidas de forma rápida pelo organismo. Algumas destas opções são: peixe, clara de ovos, leite e derivados desnatados e proteína animal sem gordura, como filé de frango sem pele, salmão e atum.

3. Suplementação

O consumo de suplementos pós treino também tem sido muito utilizado pelo fato de apresentar praticidade e qualidade. Além disso, alguns suplementos como Whey Protein trazem opções de combinações de carboidratos e proteínas que são absorvidos rapidamente pelo organismo e de fácil digestão.

4. Água

Embora a água não seja um alimento, ela é essencial também no pós treino. Beber bastante água antes, durante e após o treino é fundamental para manter o bom funcionamento do organismo e evitar a desidratação.

5. Erros que devem ser evitados

Alguns erros podem passar despercebidos dependendo do que se consome no pós treino e isso pode deixar seus objetivos mais difíceis de serem alcançados.

Por isso, confira a seguir os principais erros que devem ser evitados na alimentação pós treino:

Comer mais do que gastou

Para alcançar seus objetivos é importante se atentar para as quantidades de alimentos que são ingeridos após as atividades físicas. Isso porque a reposição energética deve ser menor do que se gastou durante os exercícios físicos.

Ingerir pouca ou nenhuma proteína

O consumo de proteína está aliado às necessidades que o organismo tem de recompor as fibras musculares longo após as atividades físicas. Nesse caso, se as quantidades adequadas de proteínas e aminoácidos não são fornecidas corretamente, isso poderá impedir a boa recuperação do corpo após treino e não ganhará massa muscular.

Não consumir carboidratos

Os carboidratos ajudam na recomposição muscular, pois contêm substâncias que ajudam nesse processo. Sem os aminoácidos resultantes da digestão dos carboidratos o treino faz com que seja perdida também a massa magra, ou seja, os músculos.

E não se esqueça de que sua alimentação do pós treino não pode demorar muito para acontecer. O seu organismo precisa repor os nutrientes que perdeu e a energia gasta, por isso, programe uma refeição leve seguindo essas dicas, ou a orientação do seu nutricionista, para até 30 minutos depois das atividades físicas.

Tomando esses cuidados com sua alimentação pós treino você conseguirá aproveitar ao máximo os benefícios dos seus exercícios, queimando as calorias que deseja perder, mas sem comprometer sua musculatura e também sua saúde.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que outras pessoas possam ter acesso a este conteúdo!

Autor: André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

(1) Comentários

Deixe um comentário