9 dicas que vão te ajudar a diminuir o cortisol de forma natural

9 dicas que vão te ajudar a diminuir o cortisol de forma natural


diminuir o cortisol

Você sabia que é possível diminuir o cortisol naturalmente? Esse é um hormônio que, em quantidades adequadas, gera benefícios ao corpo humano, como reduzir a queima calórica do corpo para reservar energia, diminuir inflamações e manter a pressão arterial, preparando o organismo para reais situações de perigo.

No entanto, quando há o excesso de atividades físicas e quando o corpo é submetido ao estresse de alguma forma, ele é produzido em exagero pelas glândulas suprarrenais, que ficam sobre cada rim, e pode causar uma série de efeitos negativos ao corpo humano, tornando-se, principalmente, uma ameaça à estética corporal. Se tem interesse no assunto, continue a leitura!

Como diminuir o cortisol?

diminuir o cortisol

Como já dissemos, níveis altos de cortisol podem gerar complicações, como hipertensão arterial, diabetes, depressão e, em casos mais radicais, atrofia muscular causada pela Síndrome de Cushing.

Vale mencionar que a obesidade e a utilização do corticoide como medicamento também podem ser causas desse excesso.

Com base nisso, resolvemos apresentar no post algumas dicas para que você diminua o cortisol de forma natural, uma vez que o organismo não é capaz de diferenciar as reais situações de perigo de uma situação imaginária, como estresse de família e trabalho. Confira!

1. Tenha uma alimentação balanceada

diminuir o cortisol

Algumas mudanças de hábitos são necessárias e entre elas está a alimentação. É importante incluir alguns alimentos em sua dieta. Os principais são alimentos ricos em algumas substâncias que listamos à seguir.

1.1. Fenilalanina

Um aminoácido responsável por provocar a sensação de bem-estar e diminuir a vontade de comer alimentos ricos em açúcar e em gordura, evitando o estresse crônico que eleva os níveis de cortisol.

Essa substância é encontrada em alimentos como leite, ovos, frango, pistache, amêndoa, castanha do pará, amendoim, soja, grão-de-bico, lentilha, ervilha, brócolis, abóbora e feijão.

1.2. Vitamina B5

Um nutriente que auxilia a produção de serotonina e, quanto mais houver essa substância no organismo, menor o nível de cortisol e mais bem-estar e felicidade. Alguns exemplos de alimentos são fígado bovino, salmão, abacate, sementes de girassol e damasco.

1.3. Triptofano

Também uma substância precursora da serotonina, combatendo o estresse e provocando o prazer. É possível encontrar em oleaginosas, leite e derivados, ovos, arroz integral, carne e soja.

Além desses principais, alimentos ricos em ômega 3 também são indicados, como sementes de chia e linhaça e sardinha, e com baixo índice glicêmico, como aveia, maçã, pepino e laranja. Evite produtos ricos em cafeína, potássio (como maracujá, banana e kiwi, por aumentar o efeito colateral do cortisol) e diminua o consumo de bebidas alcoólicas e hábitos como o tabagismo.

2. Exercite-se

diminuir o cortisol

Uma das causas do nível elevado são as atividades estressantes e, por isso, você deve evitá-las. Uma boa maneira é através da prática de atividades físicas, especialmente as que são consideradas lúdicas, como nadar e dançar, ou exercícios de relaxamento.

3. Durma bem

diminuir o cortisol

Dormir melhor e por um período maior é mais uma forma de diminuir o cortisol. Isso é importante para que o seu corpo descanse e, como consequência, diminua os níveis. Assim, propicie um ambiente arejado, escuro, sem ruídos e confortável para que seu corpo e sua mente possam se recuperar.

4. Mantenha-se hidratado

diminuir o cortisol

O consumo de água é indispensável para evitar a desidratação, que pode ser causada pelo estresse. Desse mesmo modo, é essencial para garantir uma boa saúde e uma vida com mais ânimo e qualidade através da diminuição do cortisol no organismo humano.

5. Cultive relacionamentos saudáveis

diminuir o cortisol

Manter um relacionamento com a família e com os amigos certamente nos proporciona momentos de grande felicidade, concorda? Da mesma forma, quando não são saudáveis, esses relacionamentos podem se tornar grandes fontes de estresse.

Essas dinâmicas são desempenhadas em níveis de cortisol. Um exemplo pertinente aqui é o de que crianças com uma vida familiar acolhedora e equilibrada apresentam níveis mais baixos de cortisol do que aquelas que vivem em lares marcados pelo conflito.

É por isso que procurar cultivar relações saudáveis com as pessoas ao nosso redor pode ajudar a reduzir o cortisol perante o estresse. Caso perceba que algum relacionamento não está fazendo bem, afetando diretamente o seu bem-estar, procure resolver a situação imediatamente.

6. Reduza o consumo de álcool e tabaco

diminuir o cortisol

Essa é uma dica que pode ser aplicada em diversos contextos. Sobretudo quando se está estressado ou passando por momentos de grande dificuldade, é comum que algumas pessoas tendam a buscar conforto em substâncias como o álcool e o tabaco.

Contudo, apesar de proporcionarem certo prazer momentâneo, é preciso ter em mente que esse sentimento bom é passageiro e não aliviará de forma alguma a raiz do problema.

7. Dedique mais tempo aos seus hobbies

diminuir o cortisol

Com a rotina cada vez mais corrida imposta pela atualidade, é comum que dediquemos nosso tempo quase que exclusivamente ao trabalho e às tarefas estressantes, deixando poucos ou até mesmo nenhum minuto para aquelas atividades que sentimos prazer em fazer.

Seja correrandar de bicicleta, aprender um novo idioma, tocar um instrumento musical, estar com os amigos em uma roda de conversa ou simplesmente relaxar ouvindo música, independentemente de qual for seu hobby, dedicar mais tempo a ele e menos às situações incômodas, que não dependem apenas de você para serem solucionadas, é fundamental para diminuir o cortisol naturalmente.

8. Saiba identificar pensamentos estressantes

Os pensamentos estressantes que rondam nossa mente certamente são responsáveis pelo aumento do cortisol. Para reverter essa situação, uma estratégia eficaz é tornar-se mais autoconsciente, compreendendo seus pensamentos e emoções e treinando para estar ciente deles.

Alguns sinais de tensão, como respiração e frequência cardíaca, podem ser grandes sintomas de que o estresse está chegando, portanto, esteja atento. Com esse controle, você deixa de ser vítima desses pensamentos ruins e passa a combatê-los como pode.

9. Não traga o trabalho para casa

diminuir o cortisol

Não é novidade alguma que, nos dias de hoje, estamos cada vez mais conectados. Usamos a tecnologia no trabalho, no lazer e até mesmo na resolução de nossas atividades diárias. De um modo ou de outro, estamos sempre online. Com isso, vem também o aumento da acessibilidade.

Nesse sentido, não é raro se deparar com alguém (ou talvez essa pessoa seja você mesmo) que se queixa de receber mensagens do chefe ou de um colega sobre questões de trabalho após o fim do expediente.

Depois de um dia longo e talvez estressante de trabalho, a mente precisa de um descanso. É fundamental saber se desligar do ambiente corporativo em algum momento, permitindo-se dedicar o tempo que restou do dia para o lazer, para a família e para o descanso.

Sendo assim, não traga trabalho para casa nem deixe que isso entre em sua rotina sem que você perceba. Essa é uma forma bastante eficiente de diminuir os níveis de cortisol.

Agora que você já sabe como diminuir o cortisol de maneira natural e com simples mudanças de hábito do dia a dia, não perca tempo e garanta a sua saúde. Não se esqueça de que tudo isso é elementar para assegurar a saúde e ainda a qualidade de vida.

Se gostou deste artigo e quer continuar a leitura de conteúdos importantes para o seu bem-estar, não deixe de conferir agora mesmo o nosso post sobre como incluir hábitos saudáveis em sua rotina!

E já sabe, se precisar de um apoio farmacêutico não deixe contar com a Órion!

Autor: André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

(0) Comentários

Deixe um comentário