Conheça as principais modalidades de esportes urbanos

Estar em contato com a cidade é se sentir vivo, e nada melhor que os esportes urbanos para isso. Vistos como uma ótima alternativa para quem busca boa qualidade de vida por meio da prática de exercícios, modalidades como ciclismo, skate e até Parkour já são parte do cenário urbano por todo o mundo.
Os benefícios físicos e mentais são inúmeros. Por isso, vamos a seguir explorar um pouco das modalidades e entender como você pode começar a praticá-los agora mesmo. Acompanhe!

1. Skate

O skate é um dos esportes urbanos mais disseminados e praticados no mundo. Com uma cultura diretamente ligada ao cenário da cidade, ele pode ser praticado pelas ruas em ambientes abertos ou fechados.
Desde os anos 80, a identidade dessa modalidade vem se transformando e conquistando mais, adeptos, principalmente nas camadas mais jovens da população.
O skate surgiu na ausência de boas ondas para os surfistas, que, para não ficarem sem praticar nenhuma atividade, adaptaram a prancha com um tamanho menor e com quatro rodinhas que dão o suporte ao movimento.
Seu maior reconhecimento foi a recente inserção no programa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.
Atualmente, a maioria das cidades possui pistas e rampas para sua prática.

2. Parkour

Vindo da França, o Parkour — percurso, em português — é uma alternativa muito interessante para quem gosta de estar em movimento na cidade.
A modalidade consiste no deslocamento entre diferentes pontos da cidade, com um percurso repleto de obstáculos urbanos, trabalhando, sempre, a maior eficiência nos movimentos.
Para a sua prática, o Parkour combina agilidade, força e concentração. Além disso, ele também trabalha a força mental e a determinação de vencer os desafios.
O esporte chegou ao Brasil no ano de 2004, a partir de simpatizantes e admiradores que conheceram o Parkour por meio de vídeos na internet, ou em alguns países da Europa.

3. Slackline

Esporte mais recente da nossa lista, o Slackline ganhou espaço no Brasil em 2010, principalmente nas praias e parques.
Na sua essência, surgiu como um exercício de treinamento para praticantes de escaladas, como forma de melhorar a consciência corporal.
Sua prática é simples: basta arramar uma corda elástica entre dois pontos a uma certa altura do chão e pronto. Na corda, é possível realizar atividades de equilíbrio, força e acrobacias.
O esporte já tem muitos adeptos e, até mesmo, competições oficiais ao redor do país.

4. Ciclismo

Além de ser uma forma de transporte democrática, as bicicletas também podem proporcionar a prática do ciclismo, um esporte urbano que pode ser bem radical. É o caso da modalidade BMX, na qual várias manobras são feitas em pontos da cidade ou dentro de pistas de skate.
Uma atividade lúdica e adorada por muitos, o ciclismo também pode ser um esporte urbano. Por ser uma forma simples de mudar os hábitos, é um dos mais praticados nas grandes cidades. É importante ressaltar a necessidade de proteção e segurança no ciclismo. Equipamentos como capacete, cotoveleiras e joelheiras são essenciais para a prática.

5. Esportes urbanos e qualidade de vida

São muitos os benefícios dos esportes urbanos. Experimentar novidades, trabalhar o corpo, ganhar confiança e, assim viver melhor. A prática dessas atividades, ainda tem o poder de melhorar a qualidade vida como um todo, propiciando uma sensação de bem-estar geral.
Curtiu a nossa seleção de esportes urbanos? Compartilhe aqui nos comentários como você faz para se exercitar na cidade![/text]

André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta