Descubra os segredos do jejum intermitente

No mundo fitness, muito tem se falado sobre o jejum intermitente. A técnica promete melhorar a saúde, eliminar peso e simplificar o estilo de vida saudável. Tudo isso apenas regulando a quantidade das refeições e o horário.
Mas será que esse protocolo realmente funciona? Essa é a principal dúvida de muitos usuários. Por isso, desenvolvemos este miniguia com as principais informações sobre o jejum intermitente. Acompanhe!

Jejum intermitente: o que é e como funciona

É uma técnica nutricional que se caracteriza por períodos intermitentes de jejum e alimentação regular, para melhorar a saúde e a composição corporal. No jejum intermitente, o adepto permanece sem comer dentro do intervalo de tempo necessário, que pode variar entre 16, 24 ou mais horas.
Para isso, é preciso adequar a dieta com base em alimentos saudáveis, como verduras, legumes, carnes e ovos, reduzindo significativamente a quantidade de carboidratos e aumentando a ingestão de gorduras boas.

Mudanças que ocorrem no corpo

Durante as refeições, os níveis de insulina são aumentados e o organismo a utiliza para transportar a glicose para as células e produzir energia. Já nos períodos de jejum, o grau de glicemia reduz, diminuindo a liberação de insulina. Dessa forma, para ter energia o organismo começa a usar as gorduras armazenadas como combustível.

Benefícios dessa prática

Além de ajudar no processo de emagrecimento, o jejum traz outros benefícios:

  • aumenta a concentração;
  • diminui a depressão;
  • reduz a resistência à insulina;
  • melhora a reparação celular.

Tipos de jejum intermitente

Os tipos de jejum podem variar conforme o objetivo e a quantidade de horas que a pessoa fica sem se alimentar. Veja os mais conhecidos!

Jejum de 16 horas

Consiste em se alimentar em uma janela de 8 horas por dia e permanecer sem comer nas próximas 16 horas.

Jejum de 24 horas

Neste caso, o período é de 24 horas seguidas sem se alimentar. Por exemplo, se a pessoa escolhe iniciar às 20 h de hoje, ela terá que ficar até as 20 h do dia seguinte em jejum.

Jejum de 36 horas

Esse tipo de jejum necessita que a pessoa permaneça 36 horas sem se alimentar.

Jejum 5:2

Funciona de maneira diferente, já que consiste em comer normalmente por 5 dias da semana e nos outros 2 dias ingerir apenas alimentos que somam 500-600 calorias no dia.

Efeitos colaterais dessa prática

Apesar de apresentar alguns benefícios o jejum intermitente oferece alguns efeitos negativos, entre eles estão:

  • dores de cabeça;
  • fraqueza;
  • tonturas,
  • alterações de humor;
  • dores de fome.

Além disso, a pessoa ainda corre o risco de desenvolver transtornos como compulsão alimentar e anorexia.

Contraindicações

Embora para algumas pessoas o jejum intermitente pareça simples, a prática é contraindicada para adolescentes, crianças, diabéticos, idosos e mulheres grávidas, pois pode trazer prejuízos para o organismo.

Mito ou verdade

1. Praticar exercícios físicos não é recomendado durante o período de jejum

Verdade. Pessoas que fazem atividades físicas necessitam de um suporte adequado de nutrientes para evitar a baixa de glicose no organismo — o que causa hipoglicemia.

2. Jejum intermitente é contraindicado para mulheres

Mito. Não há diferença entre as mulheres e os homens que corresponda à prática do jejum.

3. É permitido beber água durante o jejum intermitente

Verdade. Todos os processos no organismo acontecem na presença de água e manter o corpo hidratado é fundamental.

4. Ao finalizar o jejum, o adepto pode se alimentar do que quiser

Mito. Uma refeição completa e equilibrada para repor as vitaminas e nutrientes é essencial. Assim, vale a pena investir em proteínas e fonte de gordura boa, como as oleaginosas.
Portanto, o jejum pode ajudar quem tem como objetivo emagrecer. Porém, é recomendado para as pessoas que têm como hábito uma alimentação saudável. Afinal, não adianta aderir a esse método se o indivíduo tem o costume de comer besteiras logo em seguida.
Além disso, o jejum intermitente, assim como outras mudanças bruscas na alimentação, necessita do acompanhamento de um médico ou nutricionista.
O que você acha do jejum intermitente? É adepto ou conhece alguém que pratica? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência!
Conheça a Órion, especializada em nutrição esportiva!

André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

Deixe uma resposta