Você sabe explicar a importância do nutricionista para os seus clientes?

Todas as profissões são formadas por desafios no cotidiano. Nesse contexto, quem trabalha como personal trainer geralmente se depara com uma dúvida: afinal, qual é a importância do nutricionista e quando indicá-lo para os clientes?
Elaboramos este conteúdo pensando nessa questão. Durante a leitura do texto, você encontrará diversas informações sobre a relevância desses profissionais. Também mostraremos como eles podem ajudar seus clientes a encontrar os resultados esperados. Vamos lá?

Qual é o papel do nutricionista na preparação física?

Independentemente do objetivo de seus clientes — emagrecer ou ganhar massa muscular —, tenha em mente que uma rotina saudável começa a partir da alimentação. Podemos dizer, portanto, que a nutrição ocupa um papel central na preparação física.
Ainda assim, é válido lembrar que o profissional também deve entender bastante sobre exercícios. Isso porque os alunos, à parte dos objetivos, podem desejar trabalhar mais um outro músculo. Dessa forma, o nutricionista será capaz de saber se a alimentação está adequada para as especificidades de determinada região muscular.
Atualmente, os nutricionistas conseguem calcular a quantidade de calorias queimadas em diferentes áreas musculares, e não somente o valor calórico total do corpo. Com isso, do mesmo modo como um treinamento é dividido em peito, costas, pernas e braços, também é possível saber quanto cada área muscular gastou de energia.
Esse avanço aumenta a relação entre as dietas e os treinamentos — levando em consideração sua duração, intensidade e outros pontos relevantes. Esse fator ainda contribui para que nutricionistas se aproximem dos clientes, fazendo com que seja possível focar em diversas áreas musculares e montar dietas complexas, que são mais delicadas.
Enfim, os profissionais de nutrição desempenham uma função essencial na preparação física. No próximo tópico, mostraremos como ele pode ajudar seus clientes a alcançar os resultados almejados.

Como ele pode ajudar nos resultados do cliente?

Para explicar melhor essa questão, conversamos com o Dr. Roberto Régis Ribeiro, presidente da FEPAF (Federação Paranaense de Fisiculturismo).
De acordo com Ribeiro, a união entre os nutricionistas e os profissionais de educação física pode ser uma maneira bastante efetiva de melhorar a procura por resultados feita pelos clientes. “É a ação conjunta entre ambos que otimiza a busca pelos resultados e, com os objetivos alcançados, faz com que as pessoas fiquem mais satisfeitas”, explica.
Ele vai ainda mais adiante e faz ponderações sobre a atuação do profissional de nutrição. Para ele, essa união só funciona se o nutricionista reunir conhecimentos esportivos.
“É sempre importante lembrar que, ainda que seja recomendado haver um trabalho em conjunto — integrando o profissional de educação física e o de nutrição —, o nutricionista deve entender de exercícios. Se ele não entende, fica impossível ajustar uma boa dieta de acordo com as ações que têm sido feitas, dificultando a otimização dos resultados”, diz.
Ainda segundo Ribeiro, dependendo do contexto os nutricionistas até podem ajudar na montagem dos treinos. “Quando entende de exercícios, o nutricionista pode ser crítico (no bom sentido) até mesmo com profissionais de educação física, podendo agregar nos treinamentos dos alunos e contribuir para a otimização das ações. Quando ambos os lados conhecem do assunto, eles podem se ajudar”, comenta.
Nesse sentido, por mais que sejam respeitados os respectivos domínios de conhecimento, a interdisciplinaridade precisa ser um fator predominante nessa relação. Assim, ambos os profissionais poderão construir uma relação sólida, pautada pelas experiências individuais e pela integração.

Quais são os riscos que o personal corre ao prescrever dietas e afins?

Imagine que você, na melhor das intenções, indicou um alimento que fez muito mal para um cliente. Isso tende a ser algo bastante prejudicial para a sua imagem profissional, além de colocar a saúde de alguém em risco.
Por mais que você reúna bons conhecimentos sobre nutrição, saiba que existem alguns riscos em prescrever dietas e afins para os seus clientes. Prefira, sempre que possível, apenas indicar ou recomendar (sem prescrevê-las diretamente) e incentive o aluno a procurar um nutricionista.
Caso detecte que determinado cliente pode ser beneficiado com uma suplementação para emagrecer, por exemplo, evite indicá-la de forma definitiva. Afinal, profissionais de educação física nem sempre conhecem todas as reações que essas substâncias podem causar.
Nutricionistas, por sua vez, sabem como identificar as necessidades e restrições alimentares de cada cliente. Além disso, eles podem prescrever dietas e suplementos com maior precisão, alinhando-os aos objetivos da pessoa.

Como convencer o cliente da sua importância?

Muitos instrutores e personal trainers têm dificuldade para convencer os clientes da importância de um nutricionista. Será que existe uma forma de convencê-los a fazer esse investimento?
O ideal é começar a conversa mencionando que um nutricionista pode auxiliar muito no conhecimento sobre o corpo. Essa noção adicional tende a ser extremamente útil na busca por resultados mais efetivos, já que ele pode planejar uma alimentação, expor pontos que merecem uma atenção especial e assim por diante.
Além disso, quem sofre com a obesidade ou quer perder barriga precisa entender que, sem a alimentação adequada, todo o esforço realizado durante os treinos pode ter seu potencial significativamente minimizado.
É claro que é possível melhorar a rotina alimentar de maneira autônoma. De qualquer forma, a nutrição é uma ciência e, por conta disso, as decisões tomadas por especialistas são devidamente embasadas. Mostre ao seu aluno ou cliente, por exemplo, que ele não sabe exatamente qual é a velocidade de absorção de determinados alimentos, a quantidade de nutrientes que cada um deles tem, a carência de alguma vitamina etc.
É por isso que somente um profissional qualificado pode identificar de maneira precisa as necessidade nutricionais e calóricas de um paciente. E é graças ao conhecimento técnico desse profissional que uma dieta capaz de trazer os resultados esperados pode ser elaborada, sempre respeitando as restrições e especificidades de cada pessoa.
Enfim, a importância do nutricionista é inquestionável. A atuação desse profissional pode ajudar muito em seu trabalho e, por consequência, na satisfação de seus clientes. Busque desenvolver um trabalho conjunto e ressalte a relevância desse profissional para as pessoas.
Se você gostou do texto, não deixe de seguir nossos perfis nas redes sociais e fique por dentro das novidades. Estamos no Facebook, no Twitter e no Instagram!

André Alves da Silva

Criador da nutrição esportiva em farmácias de manipulação no Brasil. Sócio e CEO da Órion Farmácia de Manipulação Esportiva.

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta